Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp

11 brinquedos para o bebê (0 – 12 meses)

Encontrar brinquedos e atividades para o bebê de até 1 ano pode ser um desafio. Como muita coisa na maternidade, nós podemos entrar em um buraco sem fundo, planejando e procurando os brinquedos ideais para nosso bebê e acabar gastando muito dinheiro à toa, além de um armário cheio de coisas juntando pó.

Por isso resolvi fazer esse post! Confesso que meu conhecimento é baseado em uma amostragem pequena, meu único bebê. Mas o mais importante que gostaria de ressaltar é que até o primeiro ano do bebê – aliás, pra sempre – MENOS É MAIS. Foque em QUALIDADE e não quantidade. Eu dou preferência a brinquedos que não são de plástico, mas não sou totalmente comprometida com essa linha, tenho sim brinquedos de plástico que também acredito que fazem seu papel. Essa é uma lista para guiar as temáticas e dar dicas de opções, porém você pode adaptar a sua maneira e procurar outras soluções para cada item.

1. CARTÕES E MÓBILE COM ALTO CONTRASTE

Esse foi a primeira atividade que o meu bebê teve interesse. Devido a sua visão que ainda não é totalmente formada, bebês preferem imagens preto e branco, com alto contraste.

Com cerca de 15 dias de vida eu imprimi os cartões e brincava com ele, mostrando e movimentando lentamento de um lado para o outro, com uma distância de mais ou menos 30cm. Foi incrível ver como desde muito pequeno seus olhinhos já seguiam os cartões e, aos poucos, a cabeça também começou a se movimentar.

Logo depois eu também já montei o móbile e ele adorou. Importante montar de uma maneira segura, bem fixo e que não esteja na altura das mãozinhas do bebê. Eu costumava colocar meu bebê no berço, embaixo do móbile enquanto eu dobrava roupas, arrumava o quarto, limpava, essas coisas. Era uma mão na roda e muito útil até mais ou menos uns 3/4 meses.

2. TAPETE DE ATIVIDADES

Existem diversos tipos, formas e preços. Eu ganhei um da Buba de peixinhos que foi bastante útil nos primeiros meses.

Mas mais importante que um tapete que tenha penduricalhos, é criar um ambiente bacana para ele se desenvolver. Pode ser um tapete de EVA, por exemplo. Só precisa ser um ambiente limpo, organizado, seguro e convidativo. Limpo com produtos seguros para bebê, organizado sem muita poluição visual, seguro sem peças pequenas ou ponteagudas que possa machucar o bebê e convidativo com brinquedos que o bebê apresenta interesse.

Algumas opções de tapetes:

3. BRINQUEDOS PARA O BANHO

O banho é uma parte do dia que pode ajudar muito no desenvolvimento do bebê. Aqui em casa sempre foi meu marido que deu e eles tem uma rotina bem fofa que foi evoluindo a cada fase do bebê. Meu marido sempre coloca música, luz mais baixa e sentam juntos no chão. No começo o bebê ficava no colo, depois com o tempo começou a sentar em um tapetinho de chuveiro.

Existem vários tipos de brinquedos diferentes para o banho, desde livrinhos até bonequinhos que esguicham água. Uma boa dica é dar potinhos para o bebê começar a brincar de transferência de líquidos, a boa parte é que no banho não tem problema derramar.

4. BOLAS

Bolas! Bolas! Bolas! Definitivamente um dos favoritos aqui em casa, perdendo – talvez – só do carrinho. Tenha algumas bolas de materiais diferentes, de pano ou com furos para o bebê menorzinho conseguir pegar. Depois de mais velhos, lá para uns 8 meses meu bebê queria pegar QUALQUER bola, inclusive a nossa Alexa que ele jurava ser mais um brinquedo dele, já que é uma bola que toca músicas divertidas.

Apesar de ser um favorito individual aqui de casa, a bola realmente é importante para o desenvolvimento desse primeiro ano já que ele começa a entender movimento e a brincadeira de passar a bola um para o outro é uma maneira muito divertida de aprender junto.

5. POTES E BLOCOS

Potes de tamanhos diferentes, blocos para empilhar ou encaixar. Você pode comprar alguns coloridos, de madeira. Ou também adaptar com potes de cozinha que costumam ser os favoritos dos bebês, principalmente a brincadeira de colocar e tirar a tampa.

6. LIVROS

Sempre amei livros infantis, então quando estava grávida já comecei a pequena biblioteca. Apesar de preferir livros que não possuem grandes distrações desnecessárias como barulhos, botões e texturas, nesse primeiro ano o bebê realmente responde mais a esse tipo de livro. Comprei alguns com barulhos dos animais, da floresta e texturas de pêlos e também livrinho de plástico para banho Já quase perto de um ano o livro favorito era um chamado “O que tem lá fora?”, pois ele gostava de apontar os desenhos favoritos. Um clássico é o “Uma lagarta muito comilona”, que merece o título de clássico pois é lindo e realmente chama a atenção dos pequenos.

7. ANIMAIS, BONECAS E BONECOS

Personagens são importantes. Podem ser de pelúcia, pano, madeira ou até plástico. Mas é importate para a criança ter a presença de pessoas, bebês e animais. Eles incentivam muito a imaginação, além de aprender coisas como cuidar, fazer carinho, dar beijo, dar comida.

8. ESPELHO NA ALTURA DO BEBÊ

Uma das coisas mais fofas que tem é ver os bebês se olhando no espelho e se descobrindo. Eu sempre deixei um espelho na altura dele, ajudou desde os primeiros meses, com o desenvolvimento do tummy time, até mais velho com a descoberta das expressões. É um ótimo investimento! Importante se atentar a instalação segura e um espelho de preferência específico para os pequenos.

9. BRINQUEDOS DE ENCAIXE

Bebês adoram experimentar com o encaixe. Quando são menores, apresente brinquedos simples, com poucas peças para o encaixe. A medida que vão dominando a atividade, evolua para outros tipos de encaixe com diferentes formas e tamanhos.

10. CARROS E RODAS

Particularmente aqui em casa, CARROS é a maior pedida. Desde pequeno já demonstrou bastante interesse por brinquedos que giravam uma roda e um pouco mais velho, com 7 meses já queria pegar carrinhos, girar a roda do próprio carrinho de passeio e observava atentamente qualquer carro, moto ou caminhão que passava pela rua. Na fase do engatinhar, o carrinho também fez sua parte, e o meu filho engatinhava com carrinhos para todos os lados. Hoje, com 1 ano e 5 meses passa um bom tempo do dia empurrando o carrinho por cima de todas as superfícies possíveis, inclusive paredes, meus gatos e até eu mesma!

11. BRINQUEDOS MUSICAIS

Quando a gente tem um bebê, percebemos claramente que esse vínculo com sons, canções, músicas começam desde muito pequenos. Então coloque músicas para seus filhos, cantem para eles. A música além do lado emocional, também ajuda na fala. Instrumentos músicais podem também auxiliar na ideia de ação e reação e desenvolvimento cognitivo. Ofereça instrumentos diversos, caixinhas de música.

Espero que eu de alguma forma ajude vocês nessa questão! E lembre-se: não saia por aí comprando tudo. MENOS é mais e um ambiente organizado com poucas opções é mais estimulante e saúdavel para o bebê que muitas opções bagunçadas.

Não esqueça de seguir a Lumeideias instagram!

Relacionados